Encontros do DeVir, Suspensos mas sem Fim à Vista

A 6ª edição do Festival Encontros do DeVIR deveria começar hoje, mas a primeira parte fica adiada mantendo-se a parte final, que tem margem, até 30 de maio, em Faro, Loulé e Lagos.

Toda a primeira parte do Festival encontros do DeVir, marcada para o Algarve fica adiada, mas há ainda uma parte, que está suspensa, até final de maio. José Laginha é o diretor do Festival e este ano o tema escolhido é o resgate. Resgate de obras de obras coreografias que é preciso não perder e também o resgate do planeta pelas mesmas razões, para não o perdermos. Nesta edição, embora o diretor, José Laginha diga que se trata de uma humilde homenagem, é Pina Baush, que vai ter mais luz dos holofotes nesta 6 edição do DeVir, para que não se esqueça ou para lembrar que não conhece a obra de Pina Baush, principalmente para quem vive longe dos grande centros, como é o caso do Algarve. Depois da passagem deste vento tumultuoso do corona vírus, talvez o DeVir, em Faro, Loulé e Lagos possa ainda encontrar o rumo do resgate até 30 de maio.

Encontros do Devir, no Algarve, à espera de melhores dias, deveria começar hoje, sexta-feira 13 de Março,, mas ainda vai até 30 de maio, se tudo correr bem.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de