Jorge Sampaio
Jorge Sampaio

"Era uma vez." Livro reúne 250 testemunhos de homenagem a Jorge Sampaio

A história começa nos Claustros do Mosteiro dos Jerónimos, na manhã do último tributo do Estado português ao antigo Presidente da República. José Pedro Castanheira, jornalista e autor da biografia de Jorge Sampaio lança a ideia, e é com João Serra, antigo chefe da Casa Civil, José Gameiro e Jorge Simões, antigos colaboradores, que deitam mãos à obra, para a qual chamam também o fotógrafo Paulo Petronilho. Assim se escrevem as histórias e se publicam as imagens de um livro que nos revelam os olhares e os gestos de Jorge Sampaio. Uma grande e sentida homenagem, como escrevem os coordenadores.

"Era uma vez", como nos contos. Nalguns são histórias mais pessoais, momentos vividos e testemunhados fora da esfera pública. Outros são depoimentos que realçam aspetos mais ou menos conhecidos e marcantes da personalidade de Jorge Sampaio. Diplomatas, políticos, figuras da cultura, da cidadania, colaboradores diretos e amigos de sempre. A família também. A imagem, as imagens, mais de uma centena, acompanham os textos inéditos, relatando a atividade pública do homenageado. Na conversa que se segue, João Serra e Paulo Petronilho contam com foi juntar, em tempo recorde, textos e imagens. Dos fotojornalistas, a resposta foi sempre um sim, os autores dos textos também podiam ser muitos mais.

Com eles, a TSF folheia algumas das páginas deste livro, e as suas escolhas pessoais.

O livro editado pela Tinta da China tem apresentação pública marcada para 3 cidades: Lisboa, na Fundação Calouste Gulbenkian, a 14 de dezembro, a 15 em Guimarães, e a 16 na Casa da Música, no Porto. E reverte a favor da Plataforma Global para os Estudantes Sírios. A missão continua. Não há cidadãos dispensáveis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de