Ernani, de Verdi, no S.Carlos, em Lisboa

O Teatro Nacional S. Carlos, em Lisboa, estreia hoje, segunda feira, 14 de junho, em versão de concerto, Ernani de Giuseppe Verdi.

Ernani, é uma ópera em quatro atos, baseada na obra com o mesmo nome de Victor Hugo. Um drama intenso e numa das vozes de tenor o português Sergio Martins que tem como idolo o tenor figura principal desta ópera Ernani e que vai pisar o mesmo palco, que o tenor Gregory Kunde.

Na frente da história, um bandido que na paixão da amada oferece a própria vida.

Ernani, de Verdi, esteve em Portugal no Teatro de São Carlos, a 1 de janeiro de 1845, com a voz do tenor Enrico Tamberlick

Neste ópera, Verdi, coloca o protagonismo nas vozes a solo mais do que no coro, embora também tenha um papel importante e nestas récitas do S.vCarlos, também vai lá estar.

Victor Hugo, escreveu que os dois amantes morreriam no final, mas no libreto de Ernani, apenas o bandido morre, suicidando-se com uma faca, para a cena final, com os dois a cantarem a morte

Ernani, de Giuseppe Verdi, récitas hoje, quarta e sexta, às 20h00, e domingo, último dia, às 16h00, com o Coro do Teatro Nacional de S.Carlos e a Orquestra Sinfónica Portuguesa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de