Espectadores fazem teste à Covid-19 antes do primeiro espetáculo teste

Testes ajudam a decidir o futuro dos eventos de massa.

Perto de quatrocentas pessoas participam, esta noite, no recinto exterior do Altice Fórum Braga, em lugares sentados, no primeiro espetáculo teste às novas regras para eventos de massas, com o comediante Fernando Rocha como cabeça de cartaz. Na sexta-feira será realizado novo teste com o concerto de Pedro Abrunhosa, mas desta vez com o público de pé.

Os espetadores têm que realizar previamente um teste à Covid-19, numa operação dirigida em parceria com a Cruz Vermelha Portuguesa e que decorre numa sala do Altice Fórum Braga, ao longo do dia.

"Vai fazer com que toda a gente se sinta mais segura, porque estivemos a privar-nos de tanta coisa e não faria sentido vir sem estas condições", refere Ana Rita Barros, uma das espectadoras que logo pela manhã se dirigiu ao local para realizar o teste PCR.

A exigência de um teste negativo à Covid-19 parece ter sido determinante para quem decidiu comprar bilhete para este espetáculo-teste, com um preço simbólico de 2 euros, além de uma vontade expressa em retomar hábitos culturais que reponham alguma normalidade.

"Trabalho na linha da frente de combate à Covid-19 desde há ano e meio e estou a precisar de desanuviar um pouco", atira Adriana Monteiro, acompanhada pelo marido Luís Pereira. "Vim, primeiramente, porque gosto muito deste espetáculo e depois porque precisamos disto, de sair de casa, mostrar que temos segurança, para a nossa vida voltar um pouco ao normal", justifica.

Carlos Silva, responsável pelo Altice Fórum Braga, explica que os testes à Covid-19 foram marcados previamente e distribuídos ao longo do dia. Os resultados são enviados em meia hora e são indispensáveis para entrar no recinto. "Os espetadores têm que estar munidos do cartão de cidadão, do mail com o código do teste realizado que será depois verificado através de um software específico", explicou.

Os bilhetes já foram praticamente todos vendidos. Os eventos de hoje e amanhã podem ajudar a decidir como será o futuro dos grandes eventos ao longo dos próximos meses.

LEIA AQUI TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de