Exposição Invisivel

Ver a Ouvir, é a "Exposição Invisível", na Culturgest, as palavras e os sons em exposição, o som que faz o som do ambiente.

Os artistas visuais desde o século passado que sempre andaram a ter ideias novas com o som, ou com o som que as palavras fazem, os com todos os sons, incluindo os sons do ambiente. Delfim Sardo, que é o curador da exposição, faz isso com a Exposição Invisivel, tudo parte de uma constatação, todos os artistas visuais têm uma procura pelo som. É o momento, no inicio do século passado, até este momento, onde os artistas ligam todas as artes e as tecnicas e os artistas plásticos alargaram horizontes para despoletarem a imaginação do espetador, ou usarem o som como matéria escultórica, podemos dizer. É com esta matéria que Delfim Sardo, parte para a Exposição Invisível, mapear estes artistas e junta-los, para que na exposição possam ser ouvidos e partindo do projeto, já apresentado pelo curador em Espanha e Israel, em 2007, agora numa versão aumentada, numa cronologia, a fazer história desde o inicio onde o som pode ser gravado, guardado e reproduzido. Ver o som como quisermos, ou como cada artista nos propõe, sentir os vários numa exposição que não é para ver com os olhos.

Exposição Invisível, na Culturgest em Lisboa, até 19 de dezembro, com várias datas, com visitas guiadas.

Recomendadas

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de