Festival do Fado com Max em destaque

Mais de 50 artistas participam no Festival Santa Casa Alfama, que arranca esta sexta-feira à noite em Lisboa.

O Santa Casa Alfama está de regresso para mais dois dias de celebração do fado, com um cartaz que inclui uma homenagem a Max por António Zambujo e convidados, Dulce Pontes convida Ricardo Ribeiro e destaque ainda para Jorge Fernando, Aldina e o espetáculo "As Divas" com Alexandra, Lenita Gentil, Maria da Fé e Maria da Nazaré, entre outras atuações.

No RoofTop do Terminal de Cruzeiros vai estar, por exemplo, a Casa de Fado "Tasca do Chico", e há propostas tão diferentes como Agir, Rogério Charraz ou José Manuel Neto a convidar Rão Kyao no Centro Cultural Dr. Magalhães Lima, Maria Ana Bobone, Joana Amendoeira ou Ana Sofia Varela a cantar em igrejas como as de Santo Estevão ou São Miguel, ou os novos fadistas que vão ter palco na Sociedade Boa União.

Nos dias 23 e 24 de setembro, o Santa Casa Alfama volta, assim, a espalhar-se pelo Bairro de Alfama, criando a sensação de que ali o fado pode acontecer em qualquer lugar e de que qualquer beco, viela ou praça é capaz de se transformar numa casa de fados.

Ao todo, serão 11 os espaços do festival; Palco Santa Casa e Palco Ermelinda Freitas no Terminal de Cruzeiros de Lisboa, Palco Amália no Auditório Abreu Advogados, Palco Santa Maria Maior (Largo Chafariz de Dentro), Esplanada do Museu do Fado, Fado à Janela (Largo de São Miguel), Palco Bogani (Clube Sportivo Adicense), Igrejas de São Miguel e Santo Estevão, Palco Santa Casa Futuro (Sociedade Boa União) e o Centro Cultural Dr. Magalhães de Lima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de