Frida Kahlo, a Filha da Grande Manhã

Frida Kahlo, a Filha da Grande Manhã, é o novo espetaculo do Trigo Limpo Teatro ACERT, em Tondela, para uma única apresentação e regresso em janeiro.

José Rui Martins, que escreve o texto e faz a parceria da dramaturgia, e encena este espetáculo começa por avisar que Frida Kahlo, não é uma moda e muito menos um talismã oco de sentido. A ideia do espetáculo, que busca as muitas cores de Frida Kahlo, mulher, artista, talentosa.

Afinal, neste espetaculo, Frida Kahlo, a filha da Grande Manhã, passa por todos, todos e cada um de nós, todos somos Frida Kahlo.

A música é tocada e cantada ao vivo, é uma forma de dar essa cor de um México, que também está espelhado, na obra e na vida de Frida Kahlo.

Escreve a própria Frida Kahlo, Quero pintar tudo o que arrecadei no colo da minha memória. Serão quadros cheios de vida. Quadros das cores e das forças do México, nos quais contarei histórias como nos retábulos.

Texto: José Rui Martins e Nuno Cash

Dramaturgia e adaptação teatral livre a partir da obra "Frida e as Cores da Vida", de Caroline Bernard

Encenação: José Rui Martins

Interpretação: Ariana Neves, Mariana Rebelo, Pedro Sousa, Rui Damasceno e Sandra Santos

Cenografia: ZéTavares e José Rui Martins

Assistência de cenografia e Direção de montagem: José Abrantes

Figurinos: Cláudia Ribeiro

Coordenação musical: Ariana Neves

Desenho de luz e som: Paulo Neto e Luís Viegas

Assistência de encenação: Patrícia Santos

Produção: Marta Costa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de