Governo pede "informações" sobre trabalhadores precários na Casa da Música

Em causa a dispensa de trabalhadores que protestaram o seu vínculo precário à Casa da Música. Graça Fonseca enviou esta terça-feira uma carta aos dois representantes do Estado no conselho de administração da instituição.

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta quarta-feira que a ministra da Cultura pediu "informações" sobre o que está a passar-se na Casa da Música, no Porto, onde funcionários com vínculo precário foram dispensados.

A questão foi levantada pelo deputado do Partido Ecologista "Os Verdes" (PEV) José Luís Ferreira no debate quinzenal, no Parlamento, que perguntou a António Costa sobre o caso dos funcionários dispensados.

"Recentemente, trabalhadores com vínculo precário na Casa da Música protestaram com toda a legitimidade na defesa dos seus direitos, mas após o protesto foram dispensados", afirmou José Luís Ferreira, que depois perguntou se tinha conhecimento de alguma intervenção da Autoridade para as Condições de Trabalho (ACT).

Na resposta, o chefe do Executivo afirmou que a ministra da Cultura, Graça Fonseca, enviou esta terça-feira uma carta aos dois representantes do Estado no conselho de administração da Casa da Música "pedindo informações sobre essa realidade".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de