Governo termina contrato com Joe Berardo

Governo denuncia protocolo com empresário. Ministro da Cultura anuncia novo Museu de Arte Contemporânea e a compra da coleção Ellipse. Futuro das obras Coleção Berardo aguarda por decisão judicial.

O Governo denunciou o contrato com Joe Berardo, anunciou esta quinta-feira o ministro da Cultura, Pedro Adão e Silva, em conferência de imprensa.

"Quando os tribunais decidirem sobre quem são ou quem é o legítimo proprietário da Coleção Berardo, o Estado está disponível para negociar um novo protocolo com o legítimo proprietário da Coleção Berardo. No momento atual, de grande indefinição judicial, aquilo que nos parece que defende melhor o interesse público, é a denúncia do protocolo", disse o ministro Pedro Adão e Silva.

Sem comentar as alegadas ações judiciais que Berardo interpôs, Pedro Adão e Silva diz desconhecer o teor das mesmas. "Imagino que tenha sido uma tentativa de alguma antecipação de uma decisão que era natural por parte do Estado tendo em conta o contexto", referiu o governante, sublinhando que o Estado não foi notificado por parte da Justiça.

Contactado pela TSF, o empresário Joe Berardo não se mostrou disponível para comentar o assunto.

Para o local onde está agora a Coleção Berardo, o governo vai criar um novo Museu de Arte Contemporânea, onde será instalada a coleção Ellipse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de