IAN ao vivo com RaiVera. O outro lado de Ianina Khmelick

A artista prepara-se agora para mostrar RaiVera, ao vivo, no Porto e em Lisboa.

IAN é Ianina Khmelick, a virtuosa primeiro violino da Orquestra Sinfónica do Porto/Casa da Música que em RaiVera revela todo um outro lado musical e pessoal. O disco que agora vai ser apresentado no Porto e em Lisboa foi editado em Agosto do ano passado mas só agora vai ser apresentado em palco.

RaiVera é a composição de duas palavras russas; Rai é o paraíso e Vera é a fé. Duas palavras fundamentais para iluminar o negro 2020 que todos vivemos.

Palavras russas que se juntam ao ligeiro sotaque que também não engana, apesar de IAN viver em Portugal há mais de 20 anos. IAN é Ianina Khmelick, música que nasceu em Moscovo e iniciou os estudos musicais aos 5 anos de idade. Também estudou na Alemanha até se fixar em Portugal em 1999. No início de 2020, e para gravar o vídeo do tema What The Eyes Cannot See, voltou à sua Rússia natal e reviveu todas as memórias - o rigoroso frio inclusive - da sua infância nos arredores de Moscovo.

Já o vídeo do novo single "Again" foi gravado numa sucata em Madrid e conta com a participação de Pedro Oliveira, músico da Sétima Legião.

Ian mostra em RaiVera um outro lado de Ianina Khmelik, a violinista ligada à música clássica. A música pop, a electrónica e até outros estilos musicais também preenchem a alma da cantora e compositora que, nos anos noventa, teve também no grunge e em Kurt Cobain e nos Nirvana uma surpresa e inspiração especial.

IAN prepara-se agora para mostrar RaiVera, ao vivo, no Porto e em Lisboa. Especial neste momento é subir ao palco, dia 8 no Teatro Maria Matos, em Lisboa, mas já este domingo em casa, no Porto. Na (sua) Casa da Música da (sua) Orquestra Sinfónica.

Ian vai apresentar o novo disco RaiVera este domingo na Casa da Música, no Porto, às 18h e terça-feira, no Teatro Maria Matos, em Lisboa, às 20h.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de