Ilhas, nos Açores

Depois da estreia nos Açores, o Teatro Meridional estreia no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa, "Ilhas", sobre os Açores, ou como a Mãe Natureza manda em tudo.

Ilhas, assim no plural, é um espetáculo do teatro Meridional sobre os Açores, como já fez de outras regiões do país, tudo dentro do projeto Províncias do Teatro Meridional. Miguel Seabra que, encena este espetáculo: Ilhas, começa por avisar, que não era possível fazer sobre todos os Açores, foi preciso escolher sobre duas ou três ideias fundamentais, peneirar. Impermanência, pode até ser um conceito budista, mas Miguel Seabra fala nessa prevalência da Natureza na vida de todos os dias. Todos os dias são dias diferentes, por causa da Natureza, muito mais do que a ação do Homem.

Daí esse conceito de impermanência, que depois foi alinhavado até um texto final, de improvisações ​​​​​​​sempre com a Natureza a conduzir tudo, como sempre fez nos Açores.

Mas há também a religiosidade, maior do que o ser humano, que a Natureza faz despertar, em cada um, há um Deus. Em quase todas as casas nos Açores, há um altar. Todos mais perto de Deus, muito para além da lei da Igreja Católica.

Olhar as ilhas, mergulhando em tudo o que os Açores tem, mas como é evidente peneirando o essencial, fica no cimo a Natureza.

Criação Teatro Meridional, encenação e desenho de luz Miguel Seabra.

Com Ana Santos, David Medeiros, Emanuel Arada, Joana de Verona, Miguel Damião, Rosinda Costa, dramaturgia Natália Luiza, espaço cénico e figurinos Hugo F. Matos.

Música original e espaço sonoro Fernando Mota.

Assistência de encenação e direção de cena Filipa Melo.

Assistência de cenografia e direção de cena Marco Fonseca.

Documentário, vídeo e fotografia Ricardo Reis.

Atelier Taiji Qigong Pedro Rodrigues

Direção de produção Rita Conduto

Produção executiva Susana Monteiro, Rita Mendes

Direção artística Teatro Meridional Miguel Seabra, Natália Luiza

Produção Teatro Meridional

Coprodução Teatro Nacional D. Maria II, Teatro Micaelense

Ilhas, do Teatro Meridional, estreia esta quinta-feira, 13 de janeiro de 2022, no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa. De quarta a sábado às 19h00, no domingo às 16h00, ainda até 23 de janeiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de