Sting anula concertos por razões de saúde, mas mantém MEO Marés Vivas

O promotor do festival Marés Vivas, Jorge Lopes, disse não ter qualquer indicação de cancelamento do concerto de Sting a 21 de julho.

O músico britânico Sting anunciou esta quarta-feira que cancelou os concertos desta semana por indicação médica, mas a decisão não deverá afetar a atuação no dia 21 no festival Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia.

Sting, de 67 anos, cancelou os concertos na quinta-feira em Estugarda, Alemanha, e na sexta-feira em Slavkov u Brna, na República Checa, por não se sentir bem e por ordens médicas.

Sem especificar o problema de saúde que está na origem dos cancelamentos, o músico já tinha anunciado que não faria os concertos da segunda-feira passada em Ghent, na Bélgica, e desta quarta-feira em Munique, Alemanha.

O promotor do festival Marés Vivas, Jorge Lopes, disse não ter qualquer indicação de cancelamento do concerto de Sting a 21 de julho.

O festival Marés Vivas, que decorrerá de 19 a 21 de julho, viu ser cancelado em junho o concerto de um dos cabeças-de-cartaz, os Snow Patrol, devido a doença de dois dos músicos. Em substituição, subirão ao palco os Kodaline.

Jorge Lopes apontou que foram devolvidos 50 bilhetes por causa deste cancelamento.

Sting regressa a Portugal com o espectáculo "Sting: My Songs" "focado nas mais amadas músicas escritas" pelo músico, refere o festival, citando "Englishman In New York", "Fields Of Gold" e "Every Breath You Take".

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de