Voz e guitarra. O lado simples de Yazz e B-mywingz

A dupla vencedora do EDP Live Bands 2019 esteve no concerto de bolso TSF, com versões mais ligeiras das canções que servem de apresentação ao projeto.

Y.azz x B-mywingz no Concerto de Bolso da TSF

A dupla vencedora do EDP Live Bands 2019 esteve no concerto de bolso TSF, com versões mais ligeiras das canções que servem de apresentação ao projeto.

Yazz e B-mywingz ganharam a edição deste ano do EDP Live Bands. Os nomes esquisitos são os alter egos de Mariana Prista e Margarida Adão.

Mariana Prista vive em Londres e acabou o curso que mistura a performance musical e a gestão da carreira. Margarida Adão é sonoplasta da TSF e produtora de música.

Na final do EDP Live Bands, tocaram as músicas Colours e Cycles, as duas que já tornaram públicas atrás do YouTube e outros canais e redes sociais.

No Concerto de Bolso TSF, foram estas a música interpretadas por Yazz e B-mywingz, mas com versões simplificadas, apenas com a voz de Mariana Prista e a guitarra de Margarida Adão.

Durante a conversa, explicaram como é o processo de criação entre duas pessoas separadas por milhares de quilómetros.

Desde a génese da canção até à forma específica de cada uma fazer crescer as canções.

Falou-se pouco sobre o futuro, que está agora a começar, e que vai passar, daqui a pouco, pela presença num dos palcos do NOS Alive deste ano.

E também por um EP (n.d.r. disco que junta habitualmente 4 ou 5 músicas), que será "uma espécie de álbum visual, muito ligado ao vídeo, um formato que caiu um pouco em desuso", explicou Mariana Prista (Yazz).

Continuar a ler

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de