"Mezze-Escola": o primeiro curso começa em setembro

Primeiro curso tem 20 vagas disponíveis e as aulas começam a 15 de setembro.

Refugiados, imigrantes ou requerentes de asilo. São estes os candidatos que podem inscrever-se no novo projeto da Associação Pão a Pão. Depois do restaurante Mezze, no mercado de Arroios, o curso de restauração é um novo prato que serve a ideia de partilha. A parceria com a Escola de Hotelaria e Turismo de Lisboa tem o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, e as candidaturas já estão abertas.

Residência em Portugal há, pelo menos, três anos, mulheres e jovens até aos 30 anos, conhecimento da língua árabe, experiência e gosto pela área da restauração - são estes os critérios de preferência para a escolha dos primeiros formandos do Mezze - Escola, mas a lista não fica por aqui. É preciso ser migrante ou ter estatuto de refugiado/asilo, ter título de residência (definitivo ou provisório), NIF e NISS, capacidade de compreender instruções básicas em português e estar disponível para turnos rotativos.

Francisca Gorjão Henriques, presidente da Associação Pão a Pão, explica o novo projeto, que faz crescer a mesa do restaurante aberto em Arroios há quatro anos.

Neste primeiro curso, há 20 vagas disponíveis. As aulas começam a 15 de setembro. Os interessados podem preencher o formulário neste link.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de