Morreu a atriz Carmen Dolores

A atriz tinha 96 anos.

Morreu a atriz e escritora Carmen Dolores. A artista nasceu a 22 de abril de 1924, em Lisboa, e morreu esta terça-feira, confirmou a TSF.

O percurso da atriz iniciou-se na rádio, mais concretamente no teatro radiofónico. Tinha apenas 12 anos, mas trabalhou ao lado de nomes como Rogério Paulo, Alves da Costa e Laura Alves. Aos 19 anos, estreava-se no cinema, na adaptação em filme do romance de Camilo Castelo Branco "Um Amor de Perdição".

A carreira de Carmen Dolores ficou também marcada por "Um Homem às Direitas" (1945), filme com que foi premiada enquanto melhor atriz, e "A Vizinha do Lado". No mesmo ano, integra a companhia Os Comediantes de Lisboa, sediada no Teatro da Trindade, onde foi colecionando sucessos.

Em 1951, sobe ao palco do Teatro Nacional D. Maria II, sob a direção de Amélia Rey Colaço. Nessa fase de carreira, destaca-se a peça "Frei Luís de Sousa", de Almeida Garrett.

Ouvido pela TSF, emocionado, o ator e encenador Carlos Avilez sublinha que Carmen Dolores era "uma grande atriz, uma grande senhora, uma mulher com uma categoria enorme em cena a representar, com uma disciplina, com um rigor, é extraordinário, faz-me muita impressão".

Avilez recorda a "grande amizade" que tinha com a falecida atriz: "Éramos muito amigos, falávamos muito, ela telefonava-me praticamente todos os meses ou todas as semanas, era assim uma amizade muito grande, estou muito impressionado."

Carlos Avilez refere-se a Carmen Dolores como "um exemplo a seguir". "A Cármen era um exemplo e uma pessoa adorada pela classe, o exemplo que ela dá de dignidade de uma profissão", acrescenta.

Em declarações à TSF, o ator Vítor de Sousa caracteriza Carmen Dolores como uma "mulher maravilhosa" que tinha "um amor ao teatro extraordinário". "Quando agora de repente soube da viagem dela, fiquei profundamente triste e estou muito triste", confessa.

Vítor de Sousa recorda Carmen Dolores como "uma mulher de uma dedicação enorme à sua profissão" e "uma atriz de corpo inteiro". "Espetáculos extraordinários que ela nos deixou para recordar, para quem não tenha ainda conhecimento do que foi realmente a vida de trabalho da Carmen Dolores possa perceber a enorme atriz que perdemos", reforça.

Também Ruy de Carvalho já reagiu à morte de Carmen Dolores. O ator escreveu na rede social Facebook: "É com uma enorme dor que me despeço de ti, minha grande amiga. Foram muitos os sonhos, muitos projectos. Muitas décadas de amizade e amor ao Teatro. Até um dia, minha querida Carmen Dolores."

A atriz Eunice Muñoz diz à TSF que Carmen Dolores "é um exemplo de como se vive esta profissão, com a sua atitude sempre serena, sempre compreensiva, sempre cheia de boa vontade".

A atriz São José Lapa destaca à TSF a doçura com que Carmen encarava a vida. "A sua alma e a sua maneira de se dar na vida era de uma pessoa doce, sempre simpática, sempre a dizer uma palavra, a enaltecer o trabalho", refere.

São José Lapa acrescenta que Carmen Dolores "era muito gentil e sabia elogiar de uma maneira de igual para igual", sendo "de uma simplicidade enorme" e "muito querida".

A atriz morreu esta terça-feira, aos 96 anos.

Carmen Dolores!

Publicado por Jorge Silva Melo em Terça-feira, 16 de fevereiro de 2021

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de