Morreu Jon Hassell, criador do estilo musical do "quarto mundo", aos 84 anos

Na década de 1980 colaborou com Peter Gabriel, os Talking Heads, David Sylvian e os Tears for Fears.

O músico norte-amerciano Jon Hassell, criador do estilo musical do "quarto mundo", e colaborador de bandas como os Talking Heads, Peter Gabriel e Brian Eno, morreu no sábado, aos 84 anos, anunciou a família nas redes sociais.

Pioneiro do estilo estético a que chamou "Fourth World" ("quarto mundo"), uma mistura do som vocal tradicional dos índios norte-americanos adaptado ao trompete, com técnicas eletrónicas avançadas, Hassell faleceu de complicações de saúde que duravam há um ano, segundo a família.

Na primavera de 2020, o trompetista - nascido em 1937 em Memphis, nos Estados Unidos - partiu uma perna numa queda durante gravações no seu estúdio, e passou quatro meses no hospital, isolado, devido à pandemia.

"Vernal Equinox" foi o álbum de estreia de Jon Hassell, em 1978, no qual propunha uma visão musical estética própria, que descrevia como "um som unificador primitivo/futurístico, combinando aspetos do mundo étnico, com técnicas eletrónicas avançadas".

Hassell estudou em Nova Iorque, na Eastman School of Music, da Universidade de Rochester, e depois mudou-se para a Alemanha, onde estudou em Colónia, com Karlheinz Stockhausen, figura de renome da música electroacústica.

Numa entrevista ao jornal britânico The Guardian, no ano passado, Hussell dizia que se sentia orgulhoso de ter influenciado "jovens gerações de músicos que não traçavam fronteiras entre estilos globais de música".

Na década de 1980 colaborou com Peter Gabriel, os Talking Heads, David Sylvian e os Tears for Fears.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de