Morreu o cantor Art Sullivan

Tinha 69 anos.

O cantor belga Art Sullivan morreu, na noite desta quinta-feira, aos 69 anos. A notícia é avançada pelo jornal belga Le Soir, que explica que o músico foi vítima de um cancro no pâncreas.

Nascido Marc van Lidth de Jeude, foi o produtor Jacques Verdonck quem apostou nele. Na Bélgica acabou por nunca conseguir alcançar o sucesso, mas outros países - incluindo Portugal - foram a rampa de lançamento.

A carreira foi marcada, sobretudo, pelos anos 1907, quando lançou êxitos como "Ensemble", "Petite fille aux yeux bleus", "Adieu sois heureuse", "Une larme d"amour" ou "Donne Donne moi".

Foi a partir de 1974 que ganhou notoriedade em Portugal. Por isso, tinha dez concertos agendados em território nacional no ano de 2020, nos quais celebraria os 45 anos desde a passagem desse que foi o ano da "adoção" por parte dos portugueses.

Art Sullivan fazia parte da linhagem aristocrática belga. A mãe era natural de Udekem d'Acoz, tal como a rainha Mathilde, com quem Sullivan partilhava um bisavô.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de