Morreu o cantor e compositor Pedro Barroso

O musico de 69 anos estava internado há vários dias numa unidade hospitalar, em Lisboa.

O cantor e compositor Pedro Barroso morreu aos 69 anos, confirmou o filho, Nuno Barroso, nas redes sociais.

O músico estava internado há vários dias, numa unidade hospitalar em Lisboa.

Nascido a 28 de novembro de 1950, Pedro Barroso viveu em Riachos, no concelho de Torres Novas. Em 1969, foi um dos cantautores do programa da RTP, Zip-Zip.


Ao longo dos 50 anos de carreira, editou dezenas de álbuns, tendo atuado em vários países. Em dezembro passado, foi homenageado num concerto no Teatro Virgínia, em Torres Novas.

Voz da revolução de abril, Pedro Barroso partilhou o palco com nomes como Francisco Fanhais ou Manuel Freire.

Em 1987 apresentou a canção "Menina dos Olhos de Água".

Presidente da República lamenta a morte de Pedro Barroso

Numa nota publicada no site da Presidência, Marcelo Rebelo de Sousa apresenta "as condolências à família do músico Pedro Barroso".

"Revelado no programa televisivo "Zip Zip", em 1969, gravou o seu primeiro EP no ano seguinte, e o primeiro álbum em 1976. Ativo, interventivo, enérgico, foi um dos «baladeiros» antes da Revolução e, já depois do 25 de Abril, envolveu-se nos combates democráticos e nas campanhas de dinamização cultural", lê-se na nota do chefe de Estado.

"Ao longo de uma carreira intensa, gravou dezenas de discos, com textos seus e de diversos poetas portugueses, colaborou musicalmente em encenações de Carlos Avilez para o Teatro Experimental de Cascais e cantou um pouco por toda a parte (em Portugal, na Europa e nas Américas), além de publicar livros e de um trabalho meritório nas áreas da saúde mental e da musicoterapia", conclui.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de