Morreu Ruiz Zafón, autor de "A Sombra do Vento"

A viver em Los Angeles, o autor catalão escreveu algumas das obras em castelhano mais lidas em todo o mundo.

O escritor espanhol Carlos Ruiz Zafón morreu aos 55 anos vítima de cancro. Vivia desde 1993 em Los Angeles, nos Estados Unidos. A notícia foi avançada pelo jornal La Vanguardia, e confirmada pela editora do escritor, a Planeta, no Twitter.

O autor foi diagnosticado com a doença em 2018. Manifestado, em janeiro desse ano, os primeiros sintomas durante uma viagem a Londres.

Ruiz Zafrón é o autor de "A Sombra do Vento" (2001), livro traduzido em mais de três dezenas de línguas, que vendeu mais de 15 milhões de exemplares em todo o mundo, o segundo livro em castelhano mais vendido depois de Don Quixote de Cervantes.

O livro está incluído no Plano Nacional de Leitura em Portugal.

Era ainda colaborador habitual dos jornais La Vanguardia e El País.

A editora do escrito, Planeta, fala de um dos "melhores romancistas contemporâneos".

"Hoje é um dia muito triste para toda a equipa da Planeta, que conheceu e trabalhou com o escritor durante 20 anos, durante os quais se forjou uma amizade que transcende o profissional", escreve a editora.

Zafón morreu, mas continuará muito vivo "através dos seus livros", conclui a editora.

Carlos Ruiz Zafón foi também autor de vários livros de literatura juvenil, escritas antes de "A Sombra do Vento", que são obras de leitura obrigatória nas escolas em vários países.

Nasceu em 1964, em Barcelona. Começou a carreira na área da publicidade, e venceu o prémio Edebé - venceu a primeira edição deste prémio para literatura infato-juvenil -,em 1993, com o livro "O Principe da Neblina".

Em 2001 editou "A Sombra do Vento", primeiro livro da tetralogia "Cemitério dos Livros Esquecidos". O jornal La Vanguardia recorda o ambiente descrito pelos livros da saga, numa "Barcelona literária e tenebrosa", onde o autor reflete sobre a importância do papel, do livro e da literatura.

Em Portugal, Carlos Ruiz Zafón venceu o Prémio Literário Casino da Póvoa em 2006, um prémio atribuído durante o festival literário Correntes d"Escritas da Póvoa de Varzim.

(notícia em atualização)

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de