"Não sei como vou ultrapassar isto." Teatro Maria Vitória está parado e sem dinheiro

O teatro Maria Vitória parou no dia 25 de outubro. Não sabe se volta a abrir portas. Neste momento, falta o dinheiro para pagar ao elenco da revista e falta uma resposta do ministério da Cultura.

Hélder Freire Costa, o empresário do teatro Maria Vitória, já enfrentou dias difíceis, dois incêndios e os tempos da troika em Portugal, mas não se lembra de uma fase tão crítica.

"Estava com dívidas ainda do tempo do Sr. Passos Coelho, quando o IVA passou de 6% para 13%. Esse período foi gravíssimo porque as pessoas não tinham emprego e não tinham dinheiro, mas consegui ultrapassar isso tudo. Estávamos bem, estava tudo a correr bem, estas quatro últimas revistas deram muito dinheiro, ajudaram-me a pagar muitas dívidas. De repente, cai-me inesperadamente a Covid. O teatro vive do público, se não há publico não há teatro", lamenta.

Com o dever cívico de recolhimento domiciliário e com o Maria Vitória fechado às 22h30 "ninguém vem ao teatro", lamenta. "Isto é de pessoas que não sabem em que país é que vivem".

O Teatro Maria Vitória esteve encerrado desde o dia 8 de março até ao dia 9 de setembro, por causa da pandemia, o que teve um custo significativo. Hélder Freire Costa lembra que "tenha ou não tenha espetáculo este teatro custa dinheiro diariamente. Eu tenho de o pagar, senão fico sem ele", avisa.

"Eu não sei como é que vou ultrapassar isto. Antes, como tinha teatro, como tinha espetáculo, eu dizia sempre: isto está mal, mas amanha estará melhor. Eu sou um homem de esperança e de luta. Em último caso íamos para a província por aí a fora fazer espetáculo. Agora acontece que tenho o teatro na minha mão mas os artistas não podem cá estar porque ninguém trabalha de borla. Portanto, não sei como é que vou ultrapassar isto."

Há 56 anos no parque Mayer e quase há 50 como produtor e empresário do Teatro Maria Vitória, Hélder Freire Costa nunca conseguiu entender porque é que os sucessivos governos nunca consideraram o teatro de revista como cultura: "Para eles cultura é aquele teatro que as pessoas vão ver e não percebem nada e aqui as pessoas percebem do que é que estamos a falar."

LEIA AQUI TUDO SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de