Divulgação cultural online. Plataforma Cliveon arranca a 1 de julho

É uma plataforma online portuguesa para a transmissão de concertos, palestras, espetáculos e até divulgação de museus.

A ideia surgiu no período de confinamento mas continua a ser válida numa altura em que as restrições estão mais leves. A iniciativa partiu da empresa Brain Entertainment e da bilheteira online BOL.pt.

A entrada nos eventos terá um custo simbólico, mas vai ajudar os artistas, promotores e outros intervenientes. Os concertos, teatros, museus e conferências foram suspensos no início da pandemia e isso levou vários artistas a recorrerem às redes sociais para mostrarem trabalho, mas sem cobrarem dinheiro.

Para além da ajuda aos agentes culturais, a plataforma permite também às pessoas com dificuldades de locomoção ou que preferem passar uma noite no sofá assistirem aos eventos pagando apenas dois euros.

Miguel Belo, o diretor-geral de uma das empresas que avançou com esta iniciativa, a Brain Entertainment, avançou que a plataforma vai ter espetáculos entre os domingos e quintas-feiras às 21h30.

A Cliveon tem vários embaixadores. Esta manhã, na apresentação da iniciativa, António Raminhos, que é o embaixador da área da comédia, destacou que a plataforma fornece uma estrutura de apoio que não existia até agora.

O comediante adiantou que tem várias ideias para espetáculos que podem ser transmitidos em direto. A stand up comedy está, à partida, afastada porque precisa de público, mas Raminhos aposta na análise de temas mais sérios por ângulos divertidos.

A plataforma Cliveon não vai ter apenas intervenientes portugueses, mas também de outros países. A iniciativa tem um embaixador para os Estados Unidos e outro para a Escócia.

Saul Davis, guitarrista dos James, vê aqui a oportunidade de melhorar a vida na terra: "Quando fazemos uma digressão, destruímos um pouco o nosso planeta com os camiões e o plástico. Não é sustentável o que se passa na industria da musica. O rock and roll já não é sustentável."

O músico escocês defende que será preciso fazer mudanças e a pandemia, apesar de todo o drama pela morte de milhares de pessoas, ajudou a mostrar alternativas viáveis.

A antestreia desta iniciativa está marcada para dia 21 de junho com um concerto de Carolina Deslandes. A plataforma entra em funcionamento a 1 de julho, a programação será divulgada dentro de dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de