Portugal vai passar a ser sede da Escola de Música do Afeganistão

Membros da Afghanistan National Institute of Music estão integrados num grupo de 273 afegãos que chegaram a Portugal.

O ministro da Defesa, João Gomes Cravinho, anunciou esta segunda-feira que Portugal vai passar a ser a sede da Escola de Música do Afeganistão (ANIM, em sigla inglesa) ao abrigo de emergência humanitária naquele país.

Os membros da ANIM (Afghanistan National Institute of Music) estão integrados num grupo de 273 afegãos que esta segunda-feira chegaram a Portugal, elevando para 764 cidadãos daquele país acolhidos no território português.

"Nós vamos receber em Portugal, vamos trasladar para Portugal o Instituto Nacional de Música do Afeganistão que é uma instituição conhecidíssima internacionalmente", afirmou João Gomes Cravinho.

O governante português falava para um grupo de jornalistas de órgãos de comunicação social portuguesas na Guiné-Bissau, no âmbito da sua visita de trabalho de dois dias, iniciada esta segunda-feira.

O ministro da Defesa português notou ainda que a ANIM já atuou, no passado, em vários países do mundo, incluindo em Portugal, enalteceu a qualidade do ensino da música que proporciona e ainda a visão que tem daquela forma de arte.

João Gomes Cravinho disse que a ANIM trata a música como "ponte entre as culturas", ensinando aos estrangeiros a sua essência tradicional.

Para o governante português, estando em Portugal, os membros da ANIM vão poder continuar o seu trabalho e logo que estejam reunidas as condições, "no pós-taliban" irão regressar para ajudar na reconstrução cultural do Afeganistão, disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de