Qual o melhor filme português em 2020? Estes são os grandes nomeados aos Prémios Sophia

"Variações", "A Herdade", "Diamantino" e "Vitalina Varela" são os filmes com mais nomeações.

Os vencedores finais só são conhecidos na próxima quinta-feira, mas das nomeações dos Prémios Sophia saltam à vista quatro filmes. A Academia Portuguesa de Cinema destacou "Variações", "A Herdade", "Diamantino" e "Vitalina Varela".

Os Prémios Sophia, uma iniciativa da Academia Portuguesa de Cinema, são entregues a 17 de setembro e, apesar das dificuldades impostas pela pandemia, os prémios serão atribuídos em 23 categorias, à semelhança das edições anteriores. As distinções mais aguardadas são, como habitual, Melhor Filme, Melhor Ator Principal, Melhor Atriz Principal e Melhor Realizador.

Na edição de 2020, "Variações", que retrata a vida de António Variações, foi o filme que conseguiu mais nomeações. A longa-metragem realizada por João Maia, com Sérgio Praia como protagonista, está nomeado em 17 categorias.

"A Herdade", de Tiago Guedes, protagonizado por Albano Jerónimo, conseguiu 15 nomeações. "Vitalina Varela" e "Diamantino" estão nomeados em seis categorias.

Para o Sophia de Melhor Filme estão nomeados "Variações", "A Herdade", "Diamantino" e "Vitalina Varela". Os autores dos filmes estão nomeados, igualmente, para a categoria de melhor realizador.

O Sophia de MelhorAtor será entregue a Albano Jerónimo, por "A Herdade", Carloto Cotta, por "Diamantino", Igor Regalla, por "Gabriel", ou Sérgio Praia, por "Variações". Na categoria feminina estão nomeadas as atrizes Inês Castel-Branco, por "Snu", Margarida Vila-Nova, por "Hotel Império", Sandra Faleiro, por "A Herdade" e Vitalina Varela, por "Vitalina Varela".

Quanto ao Sophia Carreira 2020, um de três realizadores levará o troféu para casa. Alfredo Tropa, António-Pedro Vasconcelos e Fernando Matos Silva estão nomeados para a distinção.

Para Melhor Documentário concorrem "Até que o porno nos separe", realizado por Jorge Pelicano, "Chuva é cantoria na aldeia de mortos", de Renée Nader Messora e João Salaviza, "Lupo", de Pedro Lino, e "Terra Franca", da autoria de Leonor Teles.

Os estudantes voltam a ser distinguidos numa categoria própria. "Jamaika Onto New Paths", "Loop", "O Presidente Veste Nada" e "Sombra" são os filmes que discutem a nomeação.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de