Uma Mulher Escreveu Um Diário Todos os Dias

Osmarina Pernambuco Não Consegue Esquecer, é um espetáculo de Keli Freitas e está no Teatro Nacional D. Maria II.

Uma mulher escreveu durante toda a vida um diário, com os pequenos detalhes que fazia todos os dias, dias por vezes tão monótonos como a vida desta mulher Osamrina Pernanbuco, a atriz Keli Freitas, leu estes diários e nunca mais quis esquecer esta mulher e trouxe-a para o palco do teatro. São coisas de um dia a dia sem muito para contar, mas quando se começa a olhar mais de perto, começa a mudar o olhar desta mulher que teria hoje cem anos, como é que uma mulher no principio do século passado poderia escrever. Uma mulher que escreveu tudo, e escreveu sempre, mesmo que por vezes pudesse escrever que hoje não aconteceu nada, ou não teve tempo porque estava a descascar laranjas para os filhos ou a fazer roupa na maquina de costura.

texto, encenação e interpretação Keli Freitas, canção original João Bittencourt, apoio musical Mariana Ricardo, cenografia e figurino Elsa Romero, desenho de luz Anaísa Guerreiro, apoio à criação Cláudia Gaiolas, assistência ao desenho de luz Sara Garrinhas, produção executiva Vanda Cerejo, produção Associação Cultural TRUTA, coprodução TNDM II

Osmarina Pernambuco Não Consegue Esquecer, de Keli Freitas, está na sala de cenografia do Teatro Nacional D.Maria II em Lisboa e fica de quarta a sexta e domingo às 7 da tarde, sábado às 9 da noite até 01 de dezembro.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de