World Press Photo 2021. Trabalho que venceu História do Ano exposto em Oeiras

Antonio Facciolongo vai trazer até Oeiras a exposição "Habibi", inspirada no impacto que o conflito israelo-palestiniano tem nas famílias palestinianas e "as dificuldades que estas enfrentam para preservarem os seus direitos".

O projeto fotográfico vencedor do prémio World Press Photo (WPP) de História do Ano em 2021, "Habibi", do fotógrafo italiano Antonio Faccilongo, estará em exposição a partir de quinta-feira em Lisboa, no espaço Narrativa.

"Habibi", que significa 'meu amor' em árabe e é também o nome da exposição, "narra histórias de amor, tendo como pano de fundo um dos mais longos e complicados conflitos da História Moderna", o conflito israelo-palestiniano.

Com este trabalho, Antonio Faccilongo quis "mostrar o impacto do conflito nas famílias palestinianas, e as dificuldades que estas enfrentam para preservarem os seus direitos reprodutivos e dignidade", lê-se no 'site' oficial da WPP.

O fotógrafo documental italiano, e professor de fotografia, "optou por não se focar na guerra, ação militar e armas, mas antes na recusa das pessoas em renderem-se à prisão, e na sua coragem e perseverança para sobreviverem numa zona de conflito".

No texto disponível no 'site' do WPP é feito um enquadramento da temática abordada em "Habibi", começando por recordar-se, citando um relatório de fevereiro de 2021 da organização de direitos humanos B'Tselem, que "quase 4200 palestinianos estão detidos em prisões israelitas, alguns dos quais condenados a penas de 20 ou mais anos".

"Desde o início dos anos 2000, detidos palestinianos condenados a penas longas, na esperança de deixarem descendência, têm contrabandeado sémen para fora das prisões, escondido em presentes que entregam aos filhos", lê-se no texto.

Os detidos palestinianos "não têm direito a visitas conjugais nem ao contacto físico com as visitas que recebem, exceto os filhos com idades até aos 10 anos, que no final de cada visita têm dez minutos para abraçar os pais".

Segundo a organização sem fins lucrativos Middle East Monitor, até fevereiro de 2021 já tinham nascido quase cem bebés através do recurso a sémen contrabandeado das prisões israelitas.

A inauguração de "Habibi", trabalho composto por 30 imagens, está marcada para quinta-feira, às 19h00. A mostra, de entrada gratuita, estará patente até 28 de outubro no espaço Narrativa, inaugurado em abril e que pretende ser um "ponto de encontro da Fotografia em Lisboa". O espaço Narrativa situa-se no n.º 60 da Rua Professor Gama Barros, na zona da Avenida de Roma.

Criado em 1955 pela fundação homónima e sem fins lucrativos, o concurso WPP premeia, anualmente, fotografias que dão a conhecer ao público momentos que marcam a atualidade de povos e de sociedades em todo o mundo, e que se repercutem além-fronteiras, com consequências à escala global. Os trabalhos vencedores da edição deste ano, conhecidos em abril, estarão em exposição em Oeiras, no Parque dos Poetas, entre 15 de setembro e 16 de outubro.

A inauguração de "Habibi" no espaço Narrativa acontece um dia antes do arranque da 1.ª edição do Ciclo Narrativa, que ao longo de três dias irá celebrar o Dia Mundial da Fotografia (comemorado anualmente em 19 de agosto), através de oficinas, leitura de 'portfolios', debates, apresentações de livros e projeção de filmes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de