Yoko Ono, Miró e Manoel de Oliveira patentes em Serralves em 2020

Em 2020, o Museu de Arte Contemporânea de Serralves vai apresentar uma nova exposição de Juan Miró, num ano que vai contar ainda com uma mostra de esculturas de Yoko Ono. A programação Serralves 2020 foi apresentada esta quinta-feira.

Yoko Ono, Arthur Jafa, R.H. Quaytman, Louise Bourgeois, o tailandês Korakrit Arunanondchai, Manoel de Oliveira e Juan Miró são alguns dos nomes em destaque na programação de Serralves para 2020.

Marta Almeida, diretora adjunta do Museu de Serralves, destaca duas exposições."No início do ano com Arthur Jafa, uma exposição que fazemos em parceria com a Casa Manoel Oliveira, e depois um dos nomes de grande referência deste ano: Yoko Ono. Uma exposição que vai ser mostrada no museu e no parque."

Vai ainda ser apresentada a exposição "Miró e a Poesia", como explica Ana Pinho, presidente da Fundação de Serralves

"A coleção irá continuar a ser objeto de estudo dentro e fora de Portugal; apresentaremos uma nova exposição com o objetivo de mostrar este importante legado a várias geografias e diferentes gerações."

António Preto, diretor da Casa do Cinema Manoel de Oliveira, sublinha a aposta no cinema nas mais diversas modalidades e destaca a exposição "Manoel de Oliveria Fotógrafo", que mostra a paixão o cineasta português pela fotografia.

"Fotografias de lugares, pessoas, objetos, de arquitetura. Esta dimensão pouco conhecida é determinante para perceber muitos dos filmes do início da carreira do Manoel de Oliveira."

Em 2019 Serralves teve mais de um milhão e 74 mil visitantes, 34% dos quais estrangeiros. A exposição "Álvaro Siza (In)disciplina" vai marcar presença em Macau e no Rio de janeiro. Este ano, e como é hábito, Serralves tem marcado para o primeiro fim de semana de junho o Serralves em Festa.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de