Desconvocada greve dos trabalhadores da aviação civil em todos os aeroportos

Sindicato dos Trabalhadores e Aviação revelou que foi possível haver acordo em várias matérias.

PorMaria Augusta Casaca com Cátia Carmo
© Líbia Florentino/Global Imagens

Foi desconvocada, esta quarta-feira, a greve dos trabalhadores da aviação civil. A paralisação estava agendada para o final da próxima semana e já não vai acontecer. Depois de dois dias de negociações, o Sindicato Nacional Dos Trabalhadores Da Aviação Civil (SINTAC) chegou a um entendimento com a administração da ANA - Aeroportos de Portugal e desconvocou a greve marcada entre os dias 19 e 21 deste mês.

Já na terça-feira, o Sindicato dos Trabalhadores e Aviação (Sitava) tinha chegado a um acordo para um aumento salarial de 1,5%, mas queria mais. De acordo com o dirigente sindical Rúben Simas foi possível haver acordo noutras matérias.

"Houve boa vontade de ambas as partes e diálogo, que é o essencial e o que nós pretendíamos. A partir do dia 14 começamos com um recurso de trabalho que irá ver onde é necessária a admissão e recrutamento para as áreas operacionais, mais especificamente. Posteriormente avançaremos para a própria formação dada pela empresa e que já há mais de três anos que não acontece", explicou à TSF Rúben Simas.

Ouça as declarações do dirigente sindical à TSF

Your browser doesn’t support HTML5 audio

A greve, agora desconvocada, iria abranger os dez aeroportos nacionais. Outro tema pretendido pelo sindicato e levado à mesa das negociações era o regresso ao acordo de empresa. Uma situação que será agora mediada pelo Ministério do Trabalho.

"Vamos solicitar um mecanismo legal, em que a empresa não se irá pronunciar e em que a negociação do acordo de empresa seja liderada pelo Ministério do Trabalho e deixará de ser pela própria empresa", acrescentou o dirigente sindical.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG