Inflação é a "grande preocupação de todos os países"

Ministro das Finanças lembrou que alguns países já estão "bem dentro da casa dos dois dígitos" no que toca à inflação.

PorCátia Carmo
© José Sena Goulão/Lusa

A inflação foi um dos grandes temas em discussão na reunião do Conselho para as Questões Económicas e Financeiras (ECOFIN). Fernando Medina, ministro das Finanças, afirmou mesmo que a inflação é a "grande preocupação de todos os países" e lembrou que alguns estão "bem dentro da casa dos dois dígitos".

"É um processo com significativos impactos sociais, económicos e políticos e que exige uma coordenação muito grande das políticas no espaço europeu. Coordenação das políticas entre os estados-membros para evitar efeitos não desejáveis. Esta crise veio mostrar que esta independência e autonomia estratégica da Europa é essencial. Neste caminho de maior independência energética, Portugal põe à disposição um enorme projeto em Sines", explicou Fernando Medina aos jornalistas depois da reunião do ECOFIN.

Esta conclusão surge depois de dois dias inteiros de "reuniões intensas, com múltiplos contactos com vários dos nossos parceiros".

Sobre a ação de fiscalização da Polícia Judiciária, que levou esta terça-feira à detenção de dois fiscais da Câmara de Lisboa, Fernando Medina disse só ter conhecimento do caso através da comunicação social.

"Espero que se desenvolva para permitir apurar a verdade da justiça. Não envolve nenhum membro do executivo camarário", afirmou o ministro das Finanças.

Por fim, em relação à votação nos candidatos ao mecanismo europeu de estabilidade e à possibilidade de João Leão ser o próximo diretor, Medina acredita que confirmou o prestígio de João Leão dentro do Eurogrupo.

"Houve, de facto, esse reconhecimento especial e terá sido um dos dois candidatos que se encontra nessa fase final. Tratou-se de um debate e uma votação pré-indicativa, nada está ainda decidido até ao próximo conselho", acrescentou Fernando Medina.

Relacionados

Veja Também

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG