Baixar impostos para Portugal crescer? "Há pseudo-sábios que dizem que não podemos"

Em declarações à TSF, Álvaro Beleza, presidente da Associação para o Desenvolvimento Económico e Social, antecipou o lançamento do livro "Ambição: duplicar o PIB em 20 anos", que sugere o caminho de colocar a educação como o ponto central para a reforma portuguesa.

A Associação para o Desenvolvimento Económico e Social (SEDES) prepara-se para lançar um livro com várias medidas que apontam para o objetivo de duplicar o Produto Interno Bruto (PIB) de Portugal nas próximas duas décadas.

A obra, intitulada "Ambição: duplicar o PIB em 20 anos", sugere um caminho, que passa por reformar o país. Em declarações à TSF, Álvaro Beleza, presidente da SEDES, coloca a educação como o ponto central desta reforma.

No livro, são abordadas várias medidas, desde "as reformas estruturais de várias áreas, como a justiça, o sistema político e a educação", que, na opinião do diretor da associação, "é o setor chave para o crescimento económico". Para reiterar a aposta no ensino, Álvaro Beleza usa o exemplo da aposta do Governo dinamarquês nos alunos em idade pré-escolar.

O líder da SEDES também sublinha que é essencial renovar o sistema judicial, que não sofre nenhuma reforma desde o século XIX. "A justiça também é absolutamente essencial para a economia, nomeadamente a justiça tributária, da área civil e das empresas, que lida com o mercado", porque "uma justiça lenta é, também ela, injusta", atenta.

Álvaro Beleza também destaca a importância de se baixarem os impostos para Portugal crescer. "Todos os países europeus que tiveram crescimento económico tiveram de baixar os impostos", lembra o presidente da SEDES, pelo que será uma medida "que à partida é popular".

"O problema é que há um conjunto de pseudo-sábios no país que diz que não podemos porque temos uma despesa pública muito grande, uma grande dívida e, se baixarmos a carga fiscal, diminuímos a receita e não temos como pagar a despesa do estado, o que é errado", considera.

O livro "Ambição: duplicar o PIB em 20 anos" vai ser apresentado ao presidente da república Marcelo Rebelo de Sousa, um dos fundadores da SEDES, a 30 de agosto, um dia antes de ser anunciado ao país.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de