Bancos e sindicatos sem acordo para revisão salarial

Negociações serão retomadas no dia 9 de março.

Os bancos e os sindicatos não chegaram a acordo sobre a atualização salarial.

O representante dos bancos esteve esta manhã reunido com o Mais Sindicato e o Sindicato dos Bancários do Centro (SBC), com o acordo coletivo de trabalho em cima da mesa. O encontro surgiu depois do Grupo Negociador da Banca (GNIC) ter aceitado negociar em simultâneo a revisão salarial de 2021 e deste ano, proposta que inicialmente tinha rejeitado.

Numa primeira proposta os bancos tinham proposto aumentos de 0,4% para 2021, e de 0,7% para 2022, mas os sindicatos não aceitaram, por fixar a atualizarão salarial abaixo dos valores da inflação.

Já esta manhã, ao que a TSF apurou, a proposta evoluiu para uma subida de 0,9% em 2022, mantendo inalterada a revisão de 0,4% para 2021.

Os representantes dos bancários recusaram esta proposta, mas saíram do encontro otimistas, uma vez que ficou agendado um novo encontro para o dia 9 de Março, como explicou à TSF a dirigente do mais sindicato, Cristina Damião: "Para eles dizerem que estavam disponíveis para reanalisar é porque há abertura. É a nossa expectativa, se não nem teria havido marcação de mais reunião nenhuma".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de