Casas em Lisboa sobem 138 euros por metro quadrado

No prazo de um ano a habitação na Grande Lisboa aumentou 138 euros por metro quadrado e está 41% mais elevada do que a média nacional.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) publicou esta quinta-feira o Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação onde se revela que "em janeiro de 2020, o valor médio de avaliação bancária realizada no âmbito de pedidos de crédito para a aquisição de habitação, fixou-se em 1 330 euros por metro quadrado, mais 9 euros que no mês anterior" e mais 104 euros do que em janeiro de 2019.

Assim, "Em comparação com o período homólogo, o valor médio das avaliações cresceu 8,5%".

As tipologias mais procuradas para financiamento bancário são os apartamentos T2 e T3. "No seu conjunto, estas tipologias representaram 83,8% das avaliações de apartamentos realizadas em janeiro de 2020", revela o INE.

"O valor médio da avaliação (nacional) para apartamentos T2 subiu 18 euros, para 1 474 euros/m2 , tendo os T3 subido 13 euros, para 1 325 euros/m2 ", destaca.

A nível regional, "as regiões das Beiras e Serra da Estrela e Beira Baixa foram as que apresentaram os valores mais baixos em relação à média nacional (-25% para ambas)", conclui o INE.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de