Cinco mil desempregados esperam resposta da Segurança Social ao pedido de apoio extraordinário

A Segurança Social não tem tido capacidade de resposta, e, no final deste mês, cinco mil famílias ficaram sem saber se terão direito à extensão do apoio. O Governo garante que a situação será regularizada a 14 de setembro.

Quase cinco mil desempregados aguardam por uma resposta da Segurança Social ao pedido de Apoio Extraordinário ao Rendimento dos Trabalhadores (AERT). Enquadram-se nesta situação pessoas que já terminaram o subsídio social de desemprego e deixaram de ter rendimentos. Submeteram o sétimo pedido de apoio, de julho, e, no primeiro semestre de 2021, tiveram acesso ao AERT. Agora, para terem novas ajudas, veem-se obrigadas a esperar que sejam verificados os rendimentos, mas a Segurança Social está a ter capacidade de resposta.

A notícia é avançada pelo Diário de Notícias, segundo o qual já foram pagos, a 26 de agosto, os apoios aos restantes beneficiários.

O direito à extensão por mais seis meses do apoio está dependente do reconhecimento da situação de desproteção económica no dia do requerimento. Essa situação é avaliada tendo por base o rendimento médio mensal do agregado familiar do requerente.

De acordo com o Dinheiro Vivo, o Executivo assegurou que "a Segurança Social prevê efetuar o pagamento no dia 14 de setembro àqueles que cumpram os requisitos".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de