Comissão não considera prioritário adaptar IVA a objetivos climáticos

O comissário para a Economia, Paolo Gentiloni, garante que a medida não é prioritária para Bruxelas.

A proposta chegou a Bruxelas pela mão de António Costa, no final do ano passado. O comissário para a economia, Paolo Gentiloni, diz que todas as propostas são consideradas pela comissão europeia, mas deixa claro que essa não é uma prioridade para Bruxelas.

"Nós estamos a considerar estas propostas mas, de momento, não há nada em concreto. Estamos muito comprometidos em continuar o trabalho da anterior comissão na harmonização do IVA, na troca de informação e no combate à evasão fiscal no IVA - que ainda é muito alta. Por isso estas são as prioridades que nós definimos. O que não significa que não estejamos abertos a discutir outras propostas", disse à TSF Paolo Gentiloni.

No Parlamento, o PSD insistiu esta segunda-feira na necessidade de baixar o IVA da eletricidade de consumo doméstico dos atuais 23 para os 6% e a entrar em vigor a partir de julho.

Em resposta a medida do PSD de baixar o iva, a líder parlamentar socialista, Ana Catarina Mendes, classificou-a como uma tremenda irresponsabilidade.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de