Como poupar na potência contratada na eletricidade? Saiba se está a pagar mais do que devia

Os consumidores portugueses podem estar a pagar mais do que seria suposto pela potência contratada na eletricidade e agora existe um simulador online para fazer as contas.

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos disponibiliza, a partir desta quarta-feira (Dia Mundial da Energia), um simulador que faz as contas à potência contratada mais adequada para cada família.

A presidente da ERSE, Maria Cristina Portugal, dá um conselho: "A potência contratada deve ser escolhida pelo consumidor em função do número de equipamentos que o consumidor liga ao mesmo tempo e não por soma dos equipamentos" e quanto maior a potência contratada maior é o valor da fatura de eletricidade.

Uma forma de ver se tem potência a mais no dia-a-dia dentro de casa é verificar se o quadro elétrico nunca dispara.

"Não faz mal se o quadro disparar uma ou duas vezes durante o ano, se nunca disparou é porque está com potência a mais do que aquela que seria recomendada para os equipamentos que liga ao mesmo tempo", explica Maria Cristina Portugal.

O simulador tem uma ferramenta que permite verificar qual a poupança para a mudança de escalão. E essa poupança pode começar nos 22 euros por ano mas pode até ser maior "caso reduza a potência contratada até 3,45 kilovoltampere (kVA), beneficiando assim da diminuição da taxa do IVA de 23% para 6% a partir do próximo dia 1 de julho em Portugal continental", lembra a ERSE.

Maria Cristina Portugal diz que os consumidores não podem esquecer que "mudar o escalão de potência é gratuito, pode ser feito o número de vezes que entender necessário e que devem reduzir a potência contratada àquilo que são os hábitos de consumo da sua família".

Mas é preciso ter em atenção o tipo de contrato: "Verifiquem se, no contrato que têm vigente com o fornecedor de energia, o valor da energia é o mesmo para todos os escalões de potência; se não for, tenha atenção que pode estar a poupar no valor da potência contratada e a pagar mais na componente da energia". Neste caso, a ERSE aconselha a procurar outro comercializador ou a negociar a alteração do contrato.

Os escalões de potência mais frequentes em Portugal são 3,45 kVA com 2,8 milhões de consumidores (45% do total) e 6,9 kVA com 1,6 milhões de consumidores (25% do total).

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de