Custo de cabaz alimentar de bens básicos aumentou 21%

Este aumento, que é calculado com base nos preços praticados diariamente pelos principais retalhistas alimentares a operar em Portugal.

O custo mensal médio de um cabaz básico de consumo alimentar para um adulto aumentou 21% no espaço de um ano, entre outubro de 2021 e o mesmo mês de 2022, segundo estimativas do Banco de Portugal divulgadas esta sexta-feira.

A mesma informação detalha que no período considerado, o custo mensal mediano de um cabaz básico de consumo alimentar para um adulto com cerca de 40 anos aumentou, por seu lado, em 24%.

Este aumento, que é calculado com base nos preços praticados diariamente pelos principais retalhistas alimentares a operar em Portugal nas suas plataformas 'online', foi transversal às diferentes variedades de produtos existentes no mercado.

Segundo a informação do BdP, o custo mensal dos cabazes compostos pelas variedades dos produtos com preços mais altos cresceu 17%, tendo o composto pelas variedades de produtos com preços mais baixos subido 26%.

O BdP salienta, no entanto, que o custo destes cabazes é muito diferenciado, com o valor dos cabazes mais caros a ser cerca de duas vezes e meia superior ao valor dos cabazes compostos por variedades mais baratas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de