Défice agrava-se para 7060 milhões de euros no 1.º semestre

Nos primeiros seis meses do ano, a despesa primária cresceu 5,7%, impulsionada pelas medidas extraordinárias de apoio à economia.

O défice das contas públicas agravou-se para 7060 milhões de euros no primeiro semestre, mais 150 milhões de euros no período homólogo, impactado pela terceira vaga da pandemia, divulgou esta segunda-feira o Ministério das Finanças.

"O défice do primeiro semestre das Administrações Públicas ascendeu a 7.060 milhões de euros (ME) em contabilidade pública, o que representa um agravamento de 150 milhões de euros face ao período homólogo", indicou, em comunicado, o executivo.

Nos primeiros seis meses do ano, a despesa primária cresceu 5,7%, impulsionada pelas medidas extraordinárias de apoio à economia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de