Devolução do IVAucher em 20 mil terminais de pagamento

Cerca de 20 terminais de pagamento automático (TPA) foram registados por 4500 empresas para que a partir desta sexta-feira (1 de outubro 2021) devolvam, nos próximos 92 dias, o IVA acumulado nos meses de verão.

Para assinalar o primeiro dia da devolução dos 82 milhões de euros do saldo acumulado do IVA, três Secretários de Estado foram à compras na galeria comercial do Centro Cultural de Belém (CCB).

O Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais, António Mendonça Mendes, acompanhado da Secretária de Estado Adjunta e do Património Cultural, Ângela Ferreira, e do Secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor, João Torres, foram a três pontos de venda e colaram o autocolante que identifica as lojas aderentes ao IVAaucher.

António Mendonça Mendes, percorreu as estantes da livraria à procura de um livro e pegou na última obra de José Luís Peixoto inspirada nas memórias do empresário Rui Nabeiro, os jornalistas ainda desafiaram o Secretário de Estado a escolher um livro sobre finanças públicas, mas a ideia foi rejeitada com sorrisos.

Na altura de pagar a conta, a funcionária da livraria explica as condições de devolução de metade do valor da compra através do saldo do IVAucher. Ela sublinha que "daqui a 48 horas o valor é depositado na conta bancária"; António Mendonça Mendes aproveita para corrigir: "Não são 48 horas, são dois dias úteis" que é preciso esperar para ver a restituição de metade do valor pago nas compras, até ao fim do ano, no setor do Turismo, Restauração e Cultura.

Até ao momento aderiram ao IVAucher cerca de 500 mil consumidores mas "a nossa expectativa é que nos próximos dias vão aderindo mais pessoas e mais comerciantes o que pode ser feito a qualquer altura", adianta o Secretário de Estado Adjunto e dos Assuntos Fiscais.

António Mendonça Mendes defende que no futuro o IVAucher "pode ser um bom instrumento para substituir a fatura da sorte. Nós temos a intenção de mudar a fatura da sorte. Estamos a avaliar a substituição por sorteios de carros elétricos, mas, com este programa a funcionar, parece-nos que pode ser um instrumento importante para substituir a atual fatura da sorte e pode ser em qualquer momento um instrumento político que pode mobilizar para determinados setores, como o está a fazer para estes", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de