"Em julho haverá com grande probabilidade uma nova redução do preço da eletricidade"

Primeiro-ministro cita "indicações" do regulador do setor da energia para avançar com a possibilidade.

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou esta quinta-feira que em julho haverá "com grande probabilidade" uma redução do preço da eletricidade.

No debate parlamentar sobre a proposta de Orçamento do Estado para 2022, António Costa respondia à bancada do PSD sobre as consequências da inflação no poder de compra dos portugueses.

O primeiro-ministro reiterou que esta é uma "inflação importada e que tem causas conjunturais", defendendo que o Governo tem atuado sobre o controle de preços, nos combustíveis e na energia.

"Conseguimos já, não só controlar no início de janeiro um maior aumento do preço da energia - o que explica que a nossa inflação seja das mais baixas na zona euro - como as indicações que temos do regulador do setor energético é que em julho haverá com grande probabilidade uma nova redução do preço da eletricidade", afirmou.

"Estamos a agir na inflação onde é necessário agir, que é procurar controlar os preços de forma a não haver uma erosão dos rendimentos das famílias e da competitividade das empresas", defendeu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de