Estado de emergência obriga a suspender campanha do Governo de incentivo ao turismo

A campanha do Turismo de Portugal destinada ao mercado interno foi suspensa mas regressa depois de acabar o estado de emergência.

O site "Visita Portugal" tem uma imagem do ilhéu de Vila Franca do Campo nos Açores e, em cima do "paraíso", o aviso de que a "campanha está suspensa devido à evolução da situação pandémica".

Confrontado pela TSF, o Ministério da Economia sublinha que a campanha está parada "desde a implementação do novo Estado de Emergência no território nacional". A reativação desta "está dependente da evolução da própria pandemia e das medidas de contingência que venham a ser adotadas", sublinha o gabinete do ministro Pedro Siza Vieira.

A campanha "Visita Muito por Pouco" esteve no terreno durante apenas um mês (era para ter acabado no dia 15 de dezembro). Ofereciam-se cupões com descontos até 50% para "experiências turísticas e gastronómicas, alojamento, visitas a museus e viagens de comboio".

Durante os poucos dias de atividade, foram emitidos 23 mil cupões para para plataformas de experiências, alojamento, museus e comboios. Por outro lado, mais de 800 experiências foram carregadas pelos operadores na plataforma "Visita Portugal" e mais de 1 milhão de pessoas visitaram os conteúdos digitais desta campanha.

Uma campanha que pretende "estimular a procura turística interna na época baixa e que conta com uma dotação orçamental de 50 milhões de euros".

LEIA TUDO SOBRE A PANDEMIA DE COVID-19

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de