Estado endivida-se para "pagar" a pandemia

O Governo foi "buscar" 10 mil milhões de euros desde o início da crise sanitária.

O financiamento das administrações públicas esteve sempre a somar ao longo dos três meses que vão de setembro a novembro de 2020, e "entre janeiro e novembro de 2020, o financiamento das administrações públicas foi de 10,3 mil milhões de euros, valor que compara com 0,1 mil milhões de euros registados em igual período de 2019", revela o Banco de Portugal (BdP).

Só em novembro, o Estado pediu mil milhões de euros, mesmo assim longe dos 3,8 mil milhões que foram requisitados em junho de 2020.

"Desde o início do ano e até novembro de 2020, as administrações públicas financiaram-se junto de bancos residentes em 10,7 mil milhões de euros e junto do exterior em 0,5 mil milhões de euros", explica o BdP.

Entretanto a dívida na ótica de Maastricht foi de 267 mil milhões de euros, em novembro de 2020, o que aponta para uma dívida correspondente a 131% do Produto Interno Bruto (PIB).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de