Financiamento do Estado foi negativo em 800 milhões de euros até novembro de 2022

"O financiamento concedido pelos bancos foi de -1.400 milhões de euros", o que significa que as administrações públicas utilizaram parte dos fundos obtidos para financiar outros setores da economia.

O financiamento das administrações públicas foi negativo em 800 milhões de euros até novembro de 2022, valor que compara com 5.500 milhões de euros registados em igual período de 2021, informou esta segunda-feira o Banco de Portugal (BdP).

Segundo o BdP, "o financiamento concedido pelos bancos foi de -1.400 milhões de euros", enquanto "os outros setores residentes e o exterior financiaram as administrações públicas em 300 milhões de euros e 200 milhões de euros, respetivamente".

Um financiamento líquido negativo indica que as aquisições líquidas de ativos financeiros pelas administrações públicas foram superiores às emissões deduzidas de amortizações dos passivos, ou seja, as administrações públicas utilizaram parte dos fundos obtidos para financiar outros setores da economia.

Uma análise por instrumento mostra que as administrações públicas efetuaram emissões líquidas de títulos no montante de -500 milhões de euros.

Adicionalmente, o financiamento das administrações públicas por intermédio de empréstimos deduzidos de depósitos foi de -300 milhões de euros.

O BdP atualiza os dados sobre o financiamento das administrações públicas em 23 de fevereiro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de