"Foram seis meses muito desafiantes"

Ministro das Finanças lembrou que a economia europeia contraiu mais de 6% em 2020.

O ministro das Finanças, João Leão, defendeu esta quarta-feira em Lisboa que a presidência portuguesa decorreu num período muito desafiante, vincando que a economia europeia contraiu 6% no ano passado.

"Foram seis meses muito desafiantes em Portugal e toda a Europa, que enfrentou os efeitos da pandemia que, por sua vez, provocou a maior queda da atividade económica desde a segunda guerra mundial", afirmou João Leão, à entrada para a cimeira de recuperação, no CCB.

O governante lembrou que a economia europeia contraiu mais de 6% em 2020, notando que foi neste contexto que a presidência portuguesa do Conselho da União Europeia teve que "manter a coordenação dos diferentes países e encontrar medidas rápidas e inovadoras para enfrentar o contexto pandémico".

A Cimeira da Recuperação, o último evento político da presidência portuguesa do Conselho da União Europeia, decorre hoje à tarde no Centro Cultural de Belém, em Lisboa, sob a organização do Ministério das Finanças.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de