Frente Comum propõe greve da Administração Pública a 12 de novembro

Decisão final cabe aos sindicatos, que se reúnem na próxima segunda-feira.

A Frente Comum propôs esta quarta-feira aos sindicatos a realização de uma greve da Administração Pública no dia 12 de novembro, mas a decisão só é tomada numa reunião que acontece esta segunda-feira.

"Não me parece que a proposta venha a ser rejeitada", vaticina desde já, em declarações à TSF, o coordenador Sebastião Santana. A Frente Comum pediu uma "negociação suplementar por entender que o Governo tem condições para dar resposta às necessidades dos trabalhadores" no que diz respeito aos aumentos de salários. A atual proposta - um aumento de 0,9% - "não satisfaz" porque, explica o responsável, é apenas "uma atualização".

"Vamos entrar no 13.º ano consecutivo sem quaisquer aumentos salariais e importa que o Governo mude de atitude", alerta Sebastião Santana. Sobre o futuro da proposta de greve, diz ter "a certeza absoluta que os trabalhadores da Administração Pública rejeitam a continuação destas políticas", em especial quando "confrontados com notícias de retomas económicas nunca antes vistas".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de