Garantia para a Infância começa a ser paga sexta-feira e vai beneficiar 150 mil crianças

No mesmo dia serão pagos os reforços ao abono de família e 80 mil crianças vão ser abrangidas pelo alargamento do terceiro escalão.

A Segurança Social vai começar a pagar esta sexta-feira a Garantia para a Infância, prestação que procura combater a pobreza extrema de menores de idade. A data foi anunciada pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, durante a audição na Comissão do Trabalho, Segurança Social e Inclusão da Assembleia da República.

"É pago a dia 16 [de setembro] a 150 mil crianças que, pela primeira vez, vão ter este apoio excecional diferenciado relativamente à Garantia para a Infância", afirmou a ministra no Parlamento.

No mesmo dia, avançam os pagamentos dos reforços do abono de família e o pagamento aos menores de idade beneficiados pelo alargamento do terceiro escalão.

"No reforço do abono de família temos 500 mil crianças e jovens abrangidas pelo pagamento que será feito no dia 16 e 80 mil crianças abrangidas pelo alargamento do terceiro escalão que também será pago no dia 16", explicou Ana Mendes Godinho.

A Garantia para a Infância tem como objetivo complementar o abono de famílias, sendo que as duas prestações são pagas em conjunto. A medida assegura que nenhum jovem ou criança em situação de pobreza extrema recebe menos de 70 euros por mês. É uma prestação de atribuição automática, logo não é necessário que a família a solicite.

A medida foi apresentada em outubro de 2021 para, num primeiro momento, estar prevista ser paga no início deste ano, mas vai ser paga com retroativos ao mês de julho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de