Governo aprova subida do salário mínimo para 705 euros a partir de janeiro

O Governo aprovou ainda um "apoio excecional" às empresas para levarem a cabo este aumento.

O Governo aprovou esta quinta-feira a subida do salário mínimo para 705 euros a partir de 01 de janeiro, bem como os apoios às empresas para estes aumentos, adiantou o executivo, no final do Conselho de Ministros.

Na conferência de imprensa que se seguiu ao Conselho de Ministros, a ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, deu conta da aprovação do aumento do salário mínimo nacional (SMN) para 2022 para 705 euros, "na sequência da auscultação dos parceiros sociais", cumprindo o compromisso assumido em 2015 e renovado em 2019 para "chegar a 2023 com 750 euros".

O Governo aprovou ainda um "apoio excecional" às empresas para levarem a cabo este aumento, de 112 euros por trabalhador.

Ana Mendes Godinho explicou que o aumento do salário mínimo para 2022 segue o compromisso do Governo, desde 2015, de valorizar o salário dos portugueses. A ministra do Trabalho reforça que o objetivo é chegar a 2023 com 750 euros.

A governante acrescenta que o aumento de 40 euros é o maior aumento de sempre do salário mínimo. Desde 2015, o Governo já aumento o salário em mais de 200 euros. "A perspetiva que temos é que este aumento abranja 880 mil trabalhadores", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de