Governo cria observatório de preços para "garantir justiça na distribuição de valor"

Ministra Maria do Céu Antunes explica que o objetivo é "garantir que na cadeia de valor, da produção ao retalho, não há nenhum elo que receba menos do que o elo anterior da cadeia".

O Ministério da Agricultura anunciou a criação de um observatório de preços "Nacional é Sustentável", face ao aumento dos custos dos fatores de produção e à tendência inflacionista nos bens alimentares, que a ministra Maria do Céu Antunes quer ver a funcionar ainda este ano. A missão deste organismo será "avaliar os impactos da conjuntura de mercado nos preços ao nível do consumidor", adiantou o ministério em comunicado.

Em declarações à TSF, Maria do Céu Antunes explicou que o objetivo é "garantir que na cadeia de valor, da produção ao retalho, não há nenhum elo que receba menos do que o elo anterior da cadeia, algo essencial para garantir a justiça da distribuição de valor".

O observatório, que vai ficar a cargo do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPP), tem também o objetivo de acompanhar os custos e preços na cadeia de valor agroalimentar, face ao aumento verificado nos fatores de produção, que se traduzem numa "tendência inflacionista" nos alimentos.

Os primeiros alimentos, que vão constituir o "projeto-piloto" do observatório, serão os "essenciais na mesa de qualquer família", mas o objetivo do executivo é o de que o âmbito de investigação seja alargado "à medida do possível".

Embora ainda não se comprometa com datas, a ministra revela que a ideia foi recebida de forma "francamente positiva" pela Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED), e sublinha que "todos vão ganhar com isto".

"De forma transparente, vamos mostrar boas práticas e vamos corrigir práticas menos boas que possam eventualmente existir, melhorando o que houver a melhorar", assegura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de