Governo estuda novos apoios a bares e discotecas

O Ministro da Economia afirma que tem estado em contacto permanente com os representantes do setor e admite avançar com novos apoios aos bares e discotecas obrigados a encerrar por causa da pandemia.

Pedro Siza Vieira anunciou esta tarde, à margem de um ciclo de conferências sobre mobilidade e transportes, que estão a ser estudados novos apoios ao setor da diversão noturna.

Nos últimos dias foram notícia as queixas destes empresários que têm registado quebras na faturação superiores a 60% por causa das novas restrições adotadas no âmbito do combate à Covid-19. Pelas novas regras, o acesso a bares e discotecas passa a depender da apresentação de certificado de teste ou de recuperação.

A testagem obrigatória tem desmobilizado os clientes destes espaços de diversão noturna, e muitos admitiram já que preferem encerrar durante o mês de dezembro por forma a minimizar as perdas. Já para o mês de janeiro, o Governo decretou uma semana de encerramento obrigatório para as discotecas.

O ministro da economia garante que tem estado a acompanhar as preocupações do setor. Siza Vieira não adianta, para já, que medidas é que tem estado a negociar com estes empresários, mas afirma que o diálogo tem sido permanente, e que "o mais rápido possível" serão anunciados novos apoios, sobretudo para as discotecas obrigadas a fechar portas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG

Patrocinado

Apoio de