A receita fiscal em maio cresce quase 10%

A receita fiscal cresceu 9,8%, com destaque para o aumento do IVA e do IRS.

De acordo com os dados divulgados esta sexta-feira, em comunicado, pelo gabinete do ministro das Finanças as receitas do IVA aumentaram 9% e o IRS 7,5%.

Também as receitas da segurança social sobem 8,6% nos primeiros cinco meses do ano, o que para o Governo reflete "o comportamento positivo do mercado de trabalho" e ainda "as alterações introduzidas no regime dos trabalhadores independentes".

"A dinâmica da receita é assim justificada pelo bom desempenho da economia. Note-se, no entanto, que em contabilidade pública este aumento é ainda influenciado pelo alargamento do prazo de pagamento de alguns impostos no final de 2018", explica o Executivo.

Para o gabinete de Mário Centeno a execução orçamental até maio e os resultados do primeiro trimestre das contas nacionais divulgados esta semana pelo INE "permitem antecipar a viabilidade do cumprimento do objetivo de 0,2% do PIB" previsto para meta do défice deste ano.

O défice que está a diminuir em comparação com o ano passado. São menos 1573 milhões de euros do que em maio de 2018. Em maio deste ano o défice fixou-se em 637 milhões de euros, adianta o comunicado do Ministério das Finanças que antecede a divulgação oficial da síntese de execução orçamental da Direção Geral do Orçamento.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de