"Não tenho razões para me arrepender" de ter nomeado Armando Vara e Santos Ferreira

A escolha de Armando Vara para a administração da CGD preocupou José Sócrates: Já antecipava "ruído mediático".

Teixeira dos Santos diz que não tem razões para se arrepender de ter nomeado Armando Vara e Santos Ferreira para a administração da Caixa.

"Até este momento, não tenho razões para me arrepender dessas nomeações", responde Fernando Teixeira dos Santos, ao social-democrata Duarte Marques na II Comissão Parlamentar de Inquérito à Recapitalização da Caixa Geral de Depósitos e à Gestão do Banco, o antigo ministro das Finanças diz que não tem arrependimentos.

Até porque, diz, "nunca" ouviu "qualquer reparo crítico ao desempenho dos membros desse conselho de administração".

Questionado sobre o fato de ter atribuído prémios de desempenho a Santos Ferreira e Vara em 2007, Teixeira dos Santos disse que suas as decisões foram tomadas com a informação que havia na altura. Não devia ter dado esses prémios? "Agora é fácil dize-lo."

Por outro lado, o ex-ministro defende que os prémios não devem ser devolvidos. "Na altura as metas foram cumpridas", defende.

Armando Vara, nota, "não tinha menos experiência do que outros nomeados por governos anteriores". O antigo ministro diz que assume responsabilidade pelos nomes, mas não pode assumir pelos atos a eles imputados.

Cecília Meireles pergunta a Teixeira dos Santos o que disse o então primeiro-ministro José Sócrates face à escolha de Armando Vara.

José Sócrates "perguntou se eu tinha a certeza" e manifestou preocupação com o eventual "ruído mediático" que a nomeação poderia provocar, conta o ex-ministro.

Antes, em resposta a Mariana Mortágua, o ex-ministro das Finanças explicou as razões que o levaram a mudar administração da CGD assim que assumiu a tutela, em 2005, com recurso a fotocópias de notícias antigas: os problemas eram evidentes, diz.

"Há coisas em que admito que fiz mal e terei de viver com isso. Mas na altura tomei as decisões que tomei porque achava bem", argumenta.

[Notícia em atualização]

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de