Partidos querem que Governo invista no metro de Lisboa e crie novo plano de expansão

O PEV, o PCP, o PSD e o Bloco de Esquerda vão entregar ao Parlamento projetos de resolução para melhorar o estado das linhas e aumentar a sua extensão.

A Assembleia da República vai recomendar ao Governo uma alteração do plano de expansão do Metropolitano de Lisboa, depois de debatidas propostas entre as autarquias e a Área Metropolitana de Lisboa. Os diferentes partidos querem, assim, que a tutela efetue um estudo técnico e de viabilidade económica para avaliar a extensão até Alcântara e a linha circular.

O Bloco de Esquerda em particular considera prioritária a expansão do metro para o concelho de Loures. A zona ocidental de Lisboa deve também, de acordo com os diferentes partidos, ser incluída nas soluções alternativas para um alargamento da linha.

A Assembleia da República frisou ainda que é necessária "a urgente contratação dos trabalhadores necessários à manutenção e normal funcionamento do Metropolitano" e a "reposição dos materiais necessários", bem como a "reparação do material circulante e dos equipamentos".

As diferentes forças políticas estão de acordo quanto à necessidade "urgente de obras nas estações", sobretudo devido a infiltrações, e de garantias de acesso aos utentes com mobilidade reduzida.

Patrocinado

Apoio de

Patrocinado

Apoio de